domingo, 23 de julho de 2017

SAL da TERRA - Beto Guedes

Composição dos brasileiros Beto Guedes (mineiro) e Ronaldo Bastos (carioca), foi gravada em 1981. Essa linda música serve de tema para uma Nova Consciência Planetária, onde  "Quero Não ferir meu semelhante e nem por isso quero me ferir"... "Vamos Precisar de TODOS" para salvarmos Nosso planeta, Vamos precisar de Muito AMOR! 



Foi criada para a comemoração do DIA da TERRA, 22 de Abril. Aqui na interpretação do próprio Beto Guedes. 

sábado, 22 de julho de 2017

O SAL na LIMPEZA de AMBIENTE - 4ª parte

O sal grosso é considerado um potente purificador de ambientes. Povos distintos usam o sal para combater o "mau-olhado", as baixas magias e deixar a casa a salvo de energias nefastas.

Para ler Definição - História e Utilidades do SAL, aqui no blog:
https://magiadailha.blogspot.com/2011/07/sal-definicao-historia-utilidade.html

Radiestesista 
testando sal
Por ser um cristal, o SAL emite Ondas Eletromagnéticas que podem ser medidas pelos radiestesistas. Ele tem o mesmo cumprimento de Onda da Cor VIOLETA, capaz de Neutralizar os campos eletromagnéticos Negativos. Visto do microscópio o sal bruto revela que é um cristal, formado por pequenos quadrados ou cubos achatados.



A solução de ÁGUA e SAL é capaz de puxar os íons positivos, isto é, as partículas de energia elétrica da atmosfera, e reequilibrar a energia dos ambientes. Principalmente em locais fechados, escuros ou mesmo antes de uma tempestade, esses íons têm efeito intensificador e podem provocar tensão e irritação.

Daí a comprovação científica da sabedoria popular de colocar sal; ou água com sal; na limpeza ou defesa do ambiente.

Tensões podem ser
 energias"pesadas" no ambiente
 
A antiga e simples prática de purificação com água e sal deve ser feita à menor sensação de que o ambiente está “carregado”, deixando as pessoas cansadas, tensas, irritadas; depois de brigas ou à noite no quarto, para que o sono não seja perturbado.

"Limpe" o ambiente 
para dormir bem!


Algumas Receitas de Limpeza

 e Proteção com o Sal


LIMPEZA DE AMBIENTE

Já postei para as mudanças de ANO ou de Estações, algumas Limpezas com Sal Grosso, para ambientes, como a poderosa Limpeza com  ANIL , aqui: http://magiadailha.blogspot.com/2009/12/renovando-as-energias-para-receber-2010.html

ALGUNS RITUAIS de PROTEÇÃO

 - TRANSMUTAR o MAL de um ESPAÇO - * CUIDADO *

Este ritual pode ser feita em qualquer dia, e qualquer lua pois os poderes dos ingredientes não necessitam de energia auxiliar. Lembre-se que você vai mexer com álcool e fogo, e que tem que ter atenção dobrada, desde altura que vai colocar o caldeirão ou panela, para não ser em lugar baixo ou com objetos próximos, e ter cuidados com o chão... 
* - Só realize este ritual se você for "de maior" e extremamente cuidadoso, caso contrário, pode provocar um acidente...

Caldeirão ou panela
Você vai precisar de:
Um caldeirão, (ou uma panela resistente),
200ml de álcool ( manuseie com cuidado!)
1 xícara de café de sal grosso.

Caso não vá utilizar um caldeirão, forre o chão com uma forma grande e coloque a panela ou lata onde vai fazer a queima, em cima da forma, como proteção!

Álcool Cuidado!

Enfim, não faça de qualquer jeito, projete antes de realizar o ritual, que é muito simples, (mas requer MUITO cuidado!) basta você colocar no caldeirão ou vasilha de ferro, o álcool e o sal grosso (depois Fechar o frasco do álcool e GUARDÁ-LO Longe do local que vai realizar a queima, ANTES de acender o fogo). Colocar fogo (com cuidado!) e deixar queimar até terminar, dizendo:
“Das chamas, nada vai sobrar,
e todo mal, nela vai queimar.”
Faça uma oração e agradeça.
Não toque no caldeirão/panela tão cedo, espere esfriar totalmente, se sobrar resíduo pode jogar na terra, e aproveite para pedir também a Terra para transmutar TUDO em LUZ!


PROTEÇÃO DA ENTRADA - Garrafa Antena.

Garrafa "antena"
Dentro de um copo ou uma garrafa de vidro transparente coloque sal grosso até a metade, complete com água filtrada. Em seguida coloque uma espiral feita com fio de cobre, deixando a ponta 3 centímetros para fora do copo que irá funcionar como uma antena para puxar as energias “densas” do local.

Esse copo (ou garrafa) deve ficar na porta de entrada (pode ser atrás da porta), do lado esquerdo de quem entra. Pode ficar em cima de uma estante, no alto; ou atrás de um móvel...

* Você pode deixar 21 dias (no mínimo), 30 ou 33 dias ou um pouco mais, siga sua intuição, seu coração; depois disso pode lavar bem o fio e o frasco e usá-lo novamente. A água você descarta na pia; o sal também na pia ou no lixo. Esse "aparelho" é tão potente que você pode fazer uma, ou duas vezes por ano, ou quando sentir o ambiente pesado! 

 TAÇA DA PROSPERIDADE
 
Taça com cristais.
Melhor fazer num dia de lua cheia ou crescente. Pode ser feita também no fim de ano; ou nas mudanças de estação.Daí veja no calendário e prepare os ingredientes antecipadamente.

Você vai precisar:
1 pirita (molécula cúbica), facilita ganhos materiais
7 citrinos pequenos – símbolo da riqueza
1 ponta de cristal branco – irradia paz e harmonia
1 ametista – transmuta energia negativa em positiva
1 ônix – facilita a aquisição de bens
1 quartzo rosa – traz amor
1 quartzo azul – traz equilíbrio
1 quartzo verde – saúde

Deixe as pedras em água e sal grosso imersas por 24 horas. Depois, deixe-as tomar sol por no mínimo 1 hora. No primeiro dia da lua cheia, coloque as pedras já limpas em uma taça de vidro transparente, cubra-as com água filtrada e deixe exposta em sua casa como enfeite em um local visível. Troque a água uma vez por semana. Depois de 33 dias, você pode descartar a água e usar como um enfeite ou centro de mesa. Se não quiser pode guardar tudo.

VASO PARA PROTEÇÃO DO AMBIENTE.

Esta receita você pode fazer para proteção em casa ou para seu trabalho. Compre uma vasilha de vidro a seu gosto que possua a boca bem larga.

Vasilha de vidro
Você vai precisar de:
1 kg ou 1/2 kg de sal grosso,
1 cabeça de alho inteira
7 pimentas vermelhas grandes,
7 folhas de louro.

Na hora que você for montar seu vaso, acenda uma vela branca e um incenso para seu anjo da guarda.

Coloque o sal grosso todo no seu vaso e no meio a cabeça de alho inteira. Ao redor do alho, nas bordas do vaso coloque 1 pimenta vermelha grande e após uma folha de loro seca até completar sete de cada uma intercaladas. Deixe em um lugar bem a vista, sobre uma mesa, balcão ou até mesmo uma estante, no mínimo 21 a 33 dias. Use a intuição e o coração para saber quanto tempo além disso vai deixar... Depois pode descartar o alho, a pimenta e o louro na Terra, o Sal na Água, depois de agradecê-los!

NEUTRALIZAR ENERGIAS NEGATIVAS do AMBIENTE

Esse procedimento deverá ser feito em cada cômodo da casa, inclusive quintal e garagem. Tome todos os cuidados para a sua segurança e a segurança de sua casa.

Sal Grosso Azul
Você vai utilizar:
Um pote bonito de vidro ou cristal,
Sal grosso (quantidade que encha o pote),
Anilina Azul comestível.

Coloque o sal grosso em uma bacia qualquer e pingue sobre ele algumas gotas de anilina azul. Mexa e agite bem a bacia de modo que todo o sal grosso fique colorido pela anilina. Em seguida, transfira o sal já colorido para o pote de vidro ou de cristal.
Agora faça imposição com as mãos no pote e uma oração que afaste o mal (pode ser o Pai-Nosso, Creio-em-Deus-Pai, os Símbolos do Reiki,  a Prece de Cáritas, um Pensamento Positivo, as Palavras de Força do Yôga, As Frases do Ho'Oponopono... (https://magiadailha.blogspot.com/2012/05/hooponopono-curas-profundas-simples.html)

Use este belo pote como se fosse um objeto de decoração e, quando o sal derreter ou parecer diferente, jogue-o em água corrente e prepare outro para substituir. Faça esta simpatia a cada três meses, ou antes, se sentir que há necessidade. Use da sua intuição pra saber.
 
Pimenta afasta Inveja

* O sal grosso deixado no
ambiente deve ser trocado
a cada 15 dias (no máximo,
dependendo, do local até antes)
pois também irá saturar.

Saturar significa que o sal grosso retém a energia negativa, mas, em determinado momento, fica tão "pesado" que o próprio produto começa a emitir essa mesma energia negativa de volta para o ambiente. Por este motivo, devemos sempre trocá-lo. O sal grosso que foi usado e, por isso, já está saturado deve ser jogado em água corrente, na pia ou no solo.

Como limpar “despachos” (chamados erradamente de "macumba", já que este é um instrumento que as religiões afro usam), “feitiço” ou “baixa magia” com Sal Grosso.

Com todo respeito as religiões de origem africanas, precisamos esclarecer que nem sempre oferenda é indício de “magia negra”. Mas, infelizmente o mal existe, e muitas pessoas  acham que vão “se dar bem" fazendo o mal a outros, chegam a pagar (e muito) por isso!  Essas pessoas não tem consciência que "tudo o que vai um dia volta de onde saiu", já que o mundo é redondo, e geralmente volta muito pior e mais forte do que foi, atingindo, na maioria das vezes, aqueles que mais amamos (ou aos nossos animais de estimação) e aí a pessoa que "encomendou” o “trabalho” vai provar o próprio veneno...


Portanto cuidado se você acha que “o mal sempre é o outro”, pois atraímos aquilo que estamos vibrando...

A grande verdade é que vemos nas outras pessoas tudo aquilo que temos dentro de nós, tudo aquilo que somos internamente, mesmo que conscientes não nos damos conta disso, ou não queremos ver; daí porque a maior defesa além do auto-conhecimento, é termos bom pensamentos, agirmos corretamente com tudo e com todos, não fazendo aos outros o que não desejamos para nós mesmos!

Os despachos nos cruzamentos ganharam fama de "macumba" porque são uma das expressões mais visíveis das religiões afro fora dos templos. Na verdade, eles são oferendas para o orixá Exu, geralmente pedindo proteção. São colocados em encruzilhadas porque esses lugares representam a passagem entre dois mundos. Existem, sim, despachos feitos para fazer mal aos outros (mais no candomblé, onde não existe distinção entre o bem e o mal, diferentemente da umbanda), mas que fique bem claro: nenhuma das religiões incentiva essa prática.

Esclarecidos estes pontos, vamos ver como fazer a "limpeza"

"O Sal tem o poder de formar um círculo, uma barreira, que pode até quebrar um feitiço"

O Imenso Poder do Sal Grosso


 1- É muito simples basta jogar sobre a peça do feitiço, (oferenda, vela, farofa, flor, charuto...) três punhados de sal grosso. No mesmo instante todo o mal contido ali, fica neutralizado. O Sal tem o poder de formar um círculo, uma barreira, que pode até quebrar um feitiço.


SAL protetor usado
 desde a antiguidade
2 - Você não pode ter um contato direto com a “macumba”, “trabalho”, “magia” etc portando, use luvas ou duas sacolas plásticas como luva, pegue as peças do feitiço e coloque dentro de outro saco, cubra tudo com mais sal grosso. Feche o saco e jogue-o de preferência: numa vala, num lixão ou enterre num terreno baldio longe de sua casa ou em último caso jogue tudo na lixeira da rua.

Se jogaram algum líquido ou terra em seu quintal...ou na sua porta; o procedimento e semelhante:

1 - Jogue três punhados de sal grosso no local... espere agir pelo menos 30 minutos, depois recolha o sal sem tocar, coloque num saco e jogue fora no lixo da rua.
 2 - Faça uma solução de: vinagre vermelho com sal grosso e jogue no local. Depois que o vinagre secar, você pode lavar o chão com água e sabão normalmente. 

Se o feitiço foi feito para você, “ele foi quebrado!”. 
Pois você viu as oferendas e as peças, cortou com sal grosso e limpou o local sem tocar.
Varra as energias densas!


Já, se o feitiço foi feito para uma pessoa desconhecida... "Ou ele foi quebrado ou ficou enfraquecido". Se jogaram em sua porta, você tem o direito de "limpar".

Porém, é importante dizer que: se você tocou em alguma parte do"trabalho", precisa tomar algumas providências:

Água Purificador Universal


- Lave a área tocada com sabão de coco;
- Banhe a área tocada com uma solução de sal grosso diluído em vinagre de uva;
- Depois passe perfume de alfazema;
- Assim que puder, vá a uma igreja e passe no local Água Benta.

*Se você jogar sal grosso em garrafas com líquidos, eles podem se expandir em reação com o sal, portanto cuidado para não respingar bebida em você... se isto ocorrer, você deve fazer o “Rito de Limpeza”.

Se você ainda assim sentir sonolência, irritação, cansaço, enjoo, dor na nuca ou algo semelhante, ou quando chegar em algum lugar sentir algo deste tipo; ou ainda quando precisar ir a lugares  como: velório, cemitério, prisão, hospital...ou ver uma briga... ; onde as energias são ou estão mais densas, tome um bom banho imaginando que a água é colorida e vai limpando TODOS os seus corpos. (Se tiver Alecrim, faça um chá e jogue no corpo como última água do banho) Se usar o Alecrim está encerrado aqui o ritual... Se não fizer, siga o passo seguinte...

 Depois passe vinagre de cidra ou de maçã, ao redor do umbigo, região do plexo solar, por onde mais recebemos estas energias “densas”, ou "perdemos nossa Energia de Vida".
Se puder, Tome também um chá de Alecrim, ou Aniz, Artemísa, de Sávia, ou ainda de Canela e Cravo...ou outro que seu conhecimento ou sua intuição, ou coração, disser...


A sílaba primordial - mantra OM


Em seguida relaxe e faça uma oração tipo Pai-Nosso ou o Credo, se você é cristão; leia um Salmo tipo o 91 “Tu que habitas sob a proteção do Altíssimo e moras a sombra do Onipotente...”;  ou a Prece de Cáritas:  "Deus nosso  pai que sóis todo poder e bondade...” se você segue a linha espírita; entoe ou fale um mantra ( tipo OM; Om Mani Pade Hum)se você segue as religiões ou filosofias orientais; ou ainda escute uma música suave e lenta; acenda uma vela para seu anjo da guarda ou mestre interno. Enquanto isso, imagine-se revestido de alguma cor tipo a cor Violeta que tudo transmuta, ou da cor branca, a cor de Cristo; ou da cor Dourada, a cor de Deus, da Energia Maior! Mantenha a mente com pensamentos alegres e positivos! Isso afasta as energias “baixas ou densas”. E como disse o Mestre dos mestres: “É Orar e Vigiar”

Estes “Ritos de Limpeza” garantem que nenhum mal lhe acontecerá, fora do seu merecimento, desde que para isso você tenha FÉ, mesmo que ela seja "tamanho de um grão de mostarda", palavras do Mestre Maior: Jesus!
_____  ***  _____

Compilado por Geni Mafra Souza
Meus estudos, conhecimentos e vivências
Além dos sites já citados, auxílio dos sites:

Imagens deste de de outros sites da Net


sexta-feira, 21 de julho de 2017

Música ALFAZEMA C.Walker, com lindas imagens.

Cristina Ribeiro interpreta "Alfazema", de Carlos Walker, com arranjo e teclados de Renan Penedo. Este acalanto fez muito sucesso na voz do autor, na década de 70.


Um verdadeiro "mimo"!

quinta-feira, 20 de julho de 2017

LAVANDA/ALFAZEMA, Conhecendo Melhor essa “MILAGROSA” Planta

Já vimos a incrível História da Lavanda/alfazema no endereço:
http://magiadailha.blogspot.com/2012/08/lavanda-alfazema-ou-nardo.html



As incríveis plantações de alfazema.

Vamos, agora, conhecer mais de perto, a planta considerada por muitos como “milagrosa”.

Nome Científico: Lavandula angustifolia (L. officinalis); Lavanda Inglesa, ou L. Vera. O nome botânico Lavandula foi usado por Linnaeus ”(1707-1778) médico e botânico, “pai da nomenclatura e classificação da flora” na idade média.


  Outras espécies: Lavandula spica, Lavandula vera.  As espécies ornamentais geralmente são as L. stoechas L. dentata, e a L. multifida.

Nome Popular: Alfazema, Lavanda, lavândula, alfazema, nardo, espicanardo.

Família: Lamiacae (antiga Labiatae ou labiadas)

A Alfazema e outras Lamiacae

A alfazema faz parte da família da hortelã e de outras ervas muito usadas na cozinha como sálvia, tomilho, alecrim, segurelha, orégano, mangericão (basílico).

Gênero: Lavandula

É um gênero de 39 espécies de plantas com flores, há agora mais de 115 variedades de alfazema cultivada em todo o mundo.


A Lavanda “comum” , Lavandula officinalis, também conhecida como L. augustifolia ou L. Vera ou ainda L. Inglesa; é a de aroma mais delicado, mais importantes como uso terapêutico. Já a L. spica tem odor mais canforoso, portanto, mais forte.

Origem: Parte ocidental do Mediterrâneo.

Habitat: Sul da Europa. Espontânea no centro e sul de Portugal. Cultiva-se na Europa e na América.


Cultivo da Lavanda nos EUA


Descrição:
A lavanda é um subarbusto de base lenhosa que mede entre 20 a 60 cm de altura. As folhas são simples, opostas, de cor verde acinzentada, estreitas e alongadas. As flores de alfazema são de cor azul ou violeta-lilás, pequenas e dispostas numa espiga que florescem de Junho a Setembro. O caule é verde e muito ramificado.

O caule é verde e ramificado.
Luz: A alfazema é uma planta que prefere locais ensolarados.

Propriedades: A lavanda é sedativa e equilibradora, digestiva, anti-reumática e antiinflamatória, anti-séptica, cicatrizante, relaxante...

Colheita: os caules de Lavanda são apanhados imediatamente antes de florescerem. As folhas podem ser colhidas a qualquer momento.

Ramos de Lavandas pendurados para secar.
 
Conservação:
Para obter essência de alfazema, apanham-se os raminhos com as flores quando elas começam a florescer, que é precisamente quando emanam um perfume mais forte e penduram-se em pequenos raminhos a secar. As espigas com flor também podem ser secas em gavetas abertas.

Aroma:
Um cheiro doce, floral e herbal, com uma nota balsâmica.





Componentes químicos: princípios amargos, essência e cumarina
A proporção dos diversos componentes deverá variar de lugar para lugar, dependendo do solo e das condições de cultivo das plantas (e de ano para ano conforme se apresentam as estações: chuvas, secas etc)


A colheita da Lavanda na França.
 
Aplicações medicinais:

É muito útil para combater problemas do:

- sistema nervoso: estresse, exaustão, irritabilidade, depressão e ansiedade; dores de cabeça, enxaqueca, insônia.
- sistema digestivo: digestão, problemas de fígado e vesícula, problemas de pâncreas: flatulência; perda de apetite, mau hálito e obesidade.

- sistema ósseo/muscular: tensões, torcicolos, tendinites, dores nas costas; fibromialgia
- sistema respiratório: tosse, asma, bronquite, gripe, laringite; parece ajudar a aliviar os efeitos da tuberculose.

- sistema epitelial: picada de insetos, contusões; dermatites em geral: acnes, herpes; psoríase, eczema; abscessos, furúnculos; tumores causados por fungos; regenera a pele principalmente nas queimadura. Trata problema no couro cabeludo. Rejuvenece a pele
- sistema reprodutor: para tratamento da TPM, dismenorréia (cólicas) equilíbrio hormonal
 
- sistema circulatório: age sobre o músculo do coração (é tônico e sedativo, ao mesmo tempo), para o tratamento de palpitações, ajuda a reduzir a hipertensão arterial, restaurar a circulação sanguínea dos pés.
- sistema urinário: cistite, retenção de líquidos.

 
Vê-se que o óleo de Lavanda atua num grande número de sistemas de nosso corpo.


Relaxando sob o efeito da Lavanda

Comprovou-se, por meio do eletroencefalograma, na Escola de Medicina da Universidade de Miami, que o óleo de lavanda aumenta as ondas beta (que provocam um estado mais relaxado)

Pesquisas vem demonstrando que o uso do óleo de lavanda, junto com sálvia, alecrim e alecrim pimenta tem se mostrado como bom recurso para diminuir os problemas de memória causados pelo Alzheimer.



Por ter um perfume suave que leva ao aconchego e a harmonia, e levar ao relaxamento, é que o óleo de lavanda entra na composição da maioria dos cosméticos infantis: colônias, sabonetes, xampus, óleos ...

Lavanda nos cosméticos.

Outros usos

Cosmética:
O óleo de lavanda é componente essencial na fabricação de: águas-de-colônia; perfumes, sabonetes, cremes e xampus; loções e óleos...

 
Aromaterapia:
 È um dos óleos mais completos, mais populares, e mais seguro de ser usado; e o que deu início a aromaterapia ( ver história: Gattefossé). O óleo essencial de lavanda é considerado básico para a maioria das “doenças”. 

O óleo de Lavanda combina com outros óleos.

Se usada só já tem inúmeras utilidades, imagine seus benefícios se unidos a outros óleos. O óleo de lavanda por ser muito versátil, combina com a maioria dos óleos, principalmente: cítricos, alecrim, sálvia-esclaréia e patchouli.

 Uso mágico/terapêutico:

Rudolf Steiner, o criador da Antroposofia, foi um dos maiores incentivadores no uso da lavanda para fins psicológicos. Ele dizia que “a Lavanda estabiliza os corpos físico, etérico e astral”.

Medicina Chinesa: Yin e Yang
Planeta: Mercúrio
Elemento: Ar
Palavra-chave: calma e tranqüilidade.


Excelente para dar claridade e coerência em trabalhos mágicos e concentrar a visualização.

visão e inspiração porque ativa a glândula pineal, que produz a melatonina, agindo sobre a emoção e deixando as pessoas mais serenas.

O milagroso óleo

É o melhor óleo para se trabalhar o “chackra laríngeo; excelente óleo para pessoas que necessitam falar muito e quem desenvolve o canto. Excelente para pessoas que tem medo de falar em público, medo de não ser aceito, que tem dificuldade de expressar aquilo que está no seu coração. 

Nas portas a Alfazema afastava"o mal",
segundo os antigos.

 O óleo de lavanda também possui a ação de eliminar energias negativas tanto nas pessoas como no ambiente.

A alfazema tem significado universal de: pureza, castidade, longevidade, felicidade.

Uma guirlanda que ajuda no equilíbrio,
além de embelezar .


Magicamente simloliza:  comunicação, equilíbrio, reguladora, harmonia.

Talvez por isso, antigamente  acreditava-se que a lavanda colocada na entrada da casa, protegia esta, e seus moradores, de "mau-olhado". 



Os banhos (principalmente à noite) e as massagens em ambos os lados da coluna vertebral com o óleo de lavanda, podem ajudar as pessoas com problemas psicológicos.

Os saquinhos de lavanda para roupeiros.

Uso caseiro
- Fazer com a flor de lavanda saquinhos para gavetas (espanta traças). 
- A infusão das flores de alfazema aplicada no couro cabeludo livra-o de parasitas
- Alguns veterinários também utilizam para destruir piolhos e outros parasitas dos animais
- Afasta insetos pois moscas e mosquitos não gostam do cheiro de lavanda.


O Famoso chá de Alfazema que: acalma e equilibra.

Uso culinário: 
As folhas, inflorescências e ramos de alfazema são usados para dar sabor às saladas e pratos guisados, e também a doces de frutas e gelatinas. São usadas também para a preparação de azeite e vinagre. Com as folhas de alfazema, preparam-se também algumas infusões e dá-se sabor a alguns tipos de chá.

Requintado Mel de Abelhas da flor de Lavanda.

Segundo escritos antigos, a lavanda em pó foi usada como condimento, nos tempos medievais.

Das flores, que produzem abundante néctar, as abelhas fazem um mel de alta qualidade produzido principalmente no Mediterrâneo, que é comercializado em todo o mundo.

 Precauções: 
Nas pessoas que tem hipotensão arterial, usar com cuidado.
* Restringir seu uso nos primeiros meses de gravidez. Na dúvida, consulte um especialista da área: médico naturalista, naturólogo, aromaterapeuta, osmólogo...
No mais, apenas cuidar no uso contínuo e exagerado.


O suave e doce perfume de Lavanda na casa.

E por fim me digam: tem coisa melhor do que chegar em casa, ou em qualquer ambiente, e sentir aquele suave e gostoso "perfume de bebê" que a lavanda exala? 
_______   ***   _______ 

Postado por Geni Mafra Souza
Dos meus conhecimentos, apostilas, cursos

PRICE, Shirley - Guia Prático de Aromaterapia: como usar óleos essenciais para ter saúde e vitalidade - Edições Siciliano, SP, 2º edição, 1989.

FRANCO, Lilington Lobo, As Sensacionais 50 Plantas Medicinais; Editor"O Naturalista", Curitiba, PR, 1996.

 Imagens NET

Outros bons sites sobre o assunto:




quarta-feira, 19 de julho de 2017

Alecrim Dourado - música

Linda música do cancioneiro popular: Alecrim Dourado - DVD Galinha Pintada 2

terça-feira, 18 de julho de 2017

* - A MÁGICA ALEGRIA do ALECRIM - *



Desvendando o Alecrim

ALECRIM (Rosmaninus officinalis)

Nome Científico: Rosmarinus officinalis Officinalis e Rosmarinus officinalis Linn. (as mais utilizadas, não confundir com ALECRIM-DO-CAMPO = Baccharis dracunculifolia, o mais comum no Brasil.) família Labiadas
Nomes Populares - Alecrim, rosmarino, alecrim-de-jardim, erva da recordação, erva-da-graça, erva-da- alegria, erva-mágica ou ainda erva-das-bruxas...
Partes utilizadas: - Folhas e partes floridas.
Solo: - Ele cresce de forma nativa e espontânea nos países ao redor do mar Mediterrâneo, local de solos pedregosos e arenosos.
Habitat:- É encontrado no sul da Espanha, França, Itália, Grécia, Portugal, nas ilhas Canárias, Açores e Madeira. Também é encontrado no norte da África, sendo mais comum no norte do Líbano, Egito e regiões da Turquia. Hoje encontra-se praticamente em todo mundo.
Produtores: Atualmente os principais produtores de alecrim são: Itália, Espanha, França, Tunísia e países da antiga Iugoslávia.

O alecrim sempre foi muito apreciado por suas virtudes aromáticas (erva forte da cozinha) e medicinais.( a partir da Idade Média) Emblema do amor e símbolo da saudade, o alecrim é considerado uma planta mágica contra mau-olhado.

O mágico alecrim cheiroso
É uma planta cercada de misticismo.

Entre os povos grego e romano era tida como uma erva sagrada.

Os gregos a denominavam “flor por excelência”, e dela se serviam para entrelaçar suas coroas, com as quais cobriam a cabeça por ocasião de certas festas. O alecrim era queimado nos santuários da Grécia antiga e o seu fumo era utilizado na idade média para desinfectar e afastar maus espíritos. Nas escolas gregas eram usadas auréolas de alecrim nas cabeças das crianças para melhorar nos exames.

O seu cultivo era vulgar nos mosteiros da Europa desde a idade média. Foi companheiro dos portugueses nas Entradas e Bandeiras. Em muitas regiões de Portugal substitui a palma e a oliveira na festa religiosa do Dia de Ramos.

Aromatizando os vinagres e azeites

Na Itália era considerada proteção contra as bruxas. Os romanos, acreditavam que esta planta estava associada com o amor e juntamente com o cipreste associada a morte. É uma planta que desde tempos imemoriais tem sido objeto de muitas lendas. e por isso é que era plantada nas soleiras das portas, hábito que perdurou até a Idade Média.

Carlos Magno obrigava os camponeses a cultivá-lo.

O alecrim secando

Também os egípcios usavam o alecrim em seus ritos, visto que os túmulos têm vestígios da planta. O verdor de suas hastes com muitas folhas era considerado como um símbolo de imortalidade.

Suas propriedades anti-sépticas também eram reconhecidas nos hospitais franceses, onde o alecrim era queimado durante as epidemias. No norte da França existe o costume de se colocar um ramo de alecrim nas mãos do defunto e depois plantá-lo sobre o seu túmulo.

Os mouros acreditavam que ele espantava as pragas e plantavam arbustos em seus pomares.

Até mesmo a Igreja Católica incorporou o alecrim em seus rituais, queimando-o em incensários desde a antiguidade. Na Igreja Ortodoxa, até hoje se utiliza seu óleo para unção.

Usada como incenso ou carregada como amuleto para atrair bons fluídos, principalmente em casamentos, e afastar mau-olhado, quebranto e inveja. (erva das benzedeiras ou erva das “bruxas”) Na Idade Média, era usada como defumador e fumigantes em dormitórios com pessoas enfermas.

A PLANTA


Alecrim, rosmarinos ou romero como os espanhóis o chamam, é um pequeno arbusto que pode atingir até 1,5 metro de altura. Mas, existem inúmeras variedades desde porte médio até os rasteiros, cuja cor das flores vai do branco puro até ao azul escuro, passando pelo rosa e azul claro.

Planta muito conhecida em praticamente todo o mundo, mas é na Europa onde o alecrim é muito utilizado.

No Caminho de Santiago é bem conhecida a receita de banhar os pés com o chá do “romero” para deixá-los mais fortes, resistentes e com a pele mais rústica, isto para suportar melhor as caminhadas de centenas de quilômetros.

A Mágica Planta - O ALECRIM

DENOMINAÇÃO


O seu nome vulgar em português, contrariamente ao da maioria das línguas europeias, tem origem no árabe (Ikleel al-Jabal, Iklil al-Jabal) e difere do nome científico Rosmarinus, donde tem origem o nome vulgar da maioria das línguas. O nome em árabe significa ‘coroa das montanhas’.

A origem do nome rosmarinus (do latim ros – orvalho, marinus - do mar) = orvalho do mar, dado pelos romanos, virá provavelmente do fato da cor das suas flores evocar a cor do mar, ou ainda, como é também vulgarmente sugerido devido, ao fato de ser cultivado perto do mar. No Brasil, é comum as pessoas dizerem que a palavra alecrim vem de alegria...


Uso caseiro


O sabor das folhas e das sumidades floridas é intensamente aromático, canforáceo e algo picante. É usado em recheios de porcos, aves, carneiro e cabrito; sopas, ovos, carnes, frangos, peixes e molhos básicos. Usa-se ainda, fresco ou secos, para grelhados e assados de cordeiro e vitela; saladas, pudins, pães e biscoitos.

Alecrim dando sabor as frutas

Também é utilizada como condimento de queijos. Excelente para aromatizar vinagres e azeites, o alecrim é, também, muito utilizado na decoração de pratos.

É repelente natural de pragas caseiras, de moscas e borboletas. Colocada nos armários espanta as traças.

Uso Comercial


É utilizada em perfumaria e cosmética (sabonete, desodorante e tônico capilar).

Sabonetes artesanais de Alecrim

As sementes contém um óleo essencial cor âmbar utilizado na preparação de cosméticos, entre eles a "água de colônia".

Desidratada e pulverizada, atua como incenso (odorizante e abascanto).
É melífera. O mel produzido a partir de sua flores é reputado como sendo da mais alta qualidade alimentar e medicinal.

O Lilás-azulados das flores
USO MEDICINAL

As propriedades medicinais do alecrim são conhecidas desde a mais remota antigüidade.

Hipócrates (pai da medicina) já a recomendava assim como os médicos árabes. Sua fama foi extraordinária na Idade Média e Renascença. 

O alcoolato de alecrim tornou-se famoso com o nome de “Água da rainha da Hungria” e fez furor na corte de Luís XIV. Era o medicamento preferido de Madame de Sevigné.

O Alecrim , sob o domínio do Sol , é uma planta que ama o calor e a vida. A sua utilização medicinal também é bastante vasta.

 - Ele aquece e estimula o cérebro e o corpo, é ótimo como cardiotônico, estimulante, anti-reumático, atuando muito bem nas tendinite e dores e cãibras musculares.

Alecrim - Dando Sabor as carnes

Resolve rapidamente dores de estômago e azias pois atua como digestivo limpando o fígado e a vesícula daí ser empregado nos casos de má digestão, aerofagia e catarros gastrintestinais.
- Portanto regulas as funções hepáticas, tem propriedades anti-sépticas e estimulantes mas, ao mesmo tempo calmante o que faz atuar nas insônias...
- Restitui a energia dos cansados e também dos estressados por muito esforço mental por isso atua como anti-depressivo.

O Chá medicinal de Alecrim

- Também atua no sistema respiratório para resfriados, tosses, bronquites, e outros problemas respiratórios; é empregado também para combater as febres intermitentes e a febre tifoide.
- Para mulheres ajudar a descer a menstruação limpando o útero.
- Age sobre o sistema renal. É diurético.
-  Influenciando favoravelmente nos casos de debilidade circulatória, fortalecendo a circulação, o que pode ajudar na diminuição da celulite ou gordura localizada; e ainda atuar nas anemias.
- Usa-se a infusão de alecrim nos casos de erupção cutânea persistente, inflamada e de difícil cura. Os cardíacos podem usá-lo acompanhado de Sete Sangrias e Dente de Leão.

Óleo essencial de alecrim
- Usado externamente é bom para limpar feridas, principalmente de diabéticos e pessoas que tem dificuldades de cicatrização; nas lesões e queimaduras.

- Seu óleo é usado nas dores reumáticas e no banho, sendo também parasiticida.

As recomendações medicinais do alecrim são verdadeiramente imensas.

AROMATERAPIA


O Óleo de Alecrim é um óleo que anima, alegra, combate a apatia, memória fraca e a melancolia. “Como erva das recordações” ajuda-nos a relembrar nosso padrão verdadeiro.

O campo de força de Luz azul violeta produzido pelo Alecrim confirma sua reputação dos tempos antigos como protetor psíquico e  ajuda no desenvolvimento da “Visão interior”.

Alecrim e sua flor lilás

Estimula a sensibilidade e reaviva o espírito lânguido.

O óleo essencial de alecrim é utilizado para: dores musculares, reumatismo,artrite, prisão de ventre, tosse, sinusite, resfriado, bronquite, enxaqueca, deficiência de memória, cansaço.

Suas folhas emanam um aroma adocicado e penetrante, muito usado contra a fadiga física e mental, estimulante da concentração e afrodisíaca por isso é usado em travesseiros aromáticos.

O Curativo Sabonete de Alecrim

*- Contra-indicação -* ATENÇÃO!


-  A essência do Alecrim pode ser irritante para a pele.
-  *Não deve ser administrado no período de gravidez. (Em altas doses, por via oral, é abortivo ).
-  O uso do alecrim durante a noite pode alterar o sono.
-  Não se recomenda o uso para prostáticos e pessoas com diarreia.
-  Convém não esfregar ou massagear diretamente o óleo de alecrim nas veias varicosas.
- *Hipertensos e epiléticos não devem utilizar o óleo essencial de Alecrim.

Superdosagem:

Seu uso em quantidades exageradas pode causar irritação gastrintestinal. Seu uso prolongado pode resultar em gastroenterites e/ou nefrites.

Cuidados ao armazenar

Armazenar preferencialmente em recipientes herméticos, em ambiente seco e arejado, ao abrigo da luz solar.

Alecrim- a erva mágica da cozinha



















COMO FAZER O CHÁ

Ferva um litro de água e ao levantar fervura desligue o fogo, jogue sobre a água fervente duas colheres de sopa de alecrim. Deixe amornar, coe e tome uma xícara quatro vezes ao dia.

USO ENERGÉTICO


O Alecrim é um "costurador do Plexo solar" (região ao redor do umbigo).
Ele restitui rapidamente a energia perdida, dá mais estrutura de trabalho aos que lidam muito com o mental racional, é uma das ervas que ajuda na depressão e estados permanentes de cansaço por problemas emocionais.

Rudolf Steiner, criador da antroposofia, afirmava (1918) que “o Alecrim é, acima de tudo, uma planta calorífera que fortalece o centro vital e age em todo o organismo.”

É uma erva que tonifica as pessoas e os ambientes. Agindo em conjunto com arruda, “segura” as energias de inveja, mau-olhado e fofocas.


Alecrim plantado no vaso
Na Idade Média eram colocados raminhos de Alecrim nas almofadas para afastar os maus espíritos.

Ajuda também muito as crianças com uma estrutura emocional passiva, as que não respondem de forma concreta às agressões da vida. Aumenta a capacidade de aprendizado. É a planta chave da falta de auto estima.

Atua nos desconfiados, nos que não acreditam em si mesmos, nos que não têm coragem de se lançar em novos projetos; é a erva da juventude eterna...É A ERVA DA CORAGEM.


OUTROS USOS



- O alecrim também pode ser encontrado em Tintura-mãe.
- O chá forte de folhas de Alecrim é ótimo para se enxaguar os cabelos. Além de ser cicatrizante, dá brilho de novo aos cabelos, e deixa-os muito mais escuros
- Compressas com chá forte de alecrim são ótimas para celulite.
- Essas compressas também melhoram muito as dores de estômago.
- O escalda pés de Alecrim tira todas as energias negativas acumuladas durante o dia.

A "Mágica" vassoura de alecrim

USO “MÁGICO”

- O Alecrim combate os invejosos!
- Os antigos curandeiros usavam o alecrim em encantamentos de adivinhação, de proteção, de amor e de curas em geral; para ajudar nos estudos.
- Lavar as mãos com uma infusão de alecrim diziam, “substitui um banho de purificação.”
- “Beba um chá de alecrim antes de fazer um exame ou uma entrevista para ter a mente alerta.”

O chá de alecrim é ótimo para trazer o ânimo de volta.

“Está ligado a fidelidade, amor, lembranças felizes. O cheiro de alecrim mantém a pessoa alegre, é um símbolo de amizade.”(tirado de livros e texto antigos)

O saboroso Pão de Alecrim

- Shakespeare o referiu em Hamlet – “Eis Alecrim, isto é para a memória”.
O uso do Alecrim na cozinha e como remédio é então muito antigo, era muito usado por Curandeiros e benzedeiras de diversos lugares e países, por isso ficou conhecido como “erva forte da cozinha” ou “erva das bruxas” embora depois da inquisição tenha sido “adotado” pela igreja católica e usado nos incensários...mas, segundo a história, as religiões já faziam uso dele desde a antiguidade...

Assim é que um banho e ou uma boa xícara desta "erva-mágica” Revigora o Corpo e Alegra a Alma.

 E então: Vai um “chazinho de alecrim” ai ?

O Chá de Alecrim que alegra a vida!

E a erva já foi, inclusive por diversas vezes,
tema de várias músicas como esta do cancioneiro popular:

Alecrim, alecrim
dourado
Aceita um chá de alecrim?
Que nasceu no campo
Sem ser semeado

Foi meu amor
Que me disse assim
Que a flor do campo
É o alecrim

Alecrim, alecrim miúdo
Que nasceu no mato
Perfumando tudo

Foi meu amor
Quem me disse assim
Que a flor do campo
É o alecrim


______  ***  ______

Compilado por Geni Mafra Souza

Fontes principais de assuntos e imagens na net :
web.matrix.com.br
http://www.aleph.com.br/
bruxaria.net/2009/03/22/alecrim
Portal São Francisco
www.arteblog.net/citronela/planta-de-alecrim.com.br/info_glossario_produtos
_alimentos_ervastemperos_alecrim
plantas-medicinais.net/alecrim-beneficios-do-uso-medicinal-do-alecrim.html
jornal.quercus.pt/.../defaultarticleViewOne.asp?...
www.radialdesign.com.br/menopausa/Alecrim